Novidades

Domingo II de Páscoa ou da Divina Misericórdia

Uma palavra fraterna.
Celebramos a Páscoa do Senhor.
Celebramos o acontecimento da Ressuerreição de Cristo.
A vitória da vida, do amor e da esperança, sobre o pecado, o mal, a morte.
Cada Domingo se renova e actualiza este acontecimento em nossas vidas.
Como muitos, também nós nos interrogamos acerca dos sinais da Ressurreição de Cristo! O Evangelho de hoje ajuda-nos a reconhecer alguns…
Em primeiro lugar, o dom da misericórdia do amor de Deus.
Dom que se manifesta na graça do perdão, da reconciliação, da paz:
«Recebei o Espírito Santo: àqueles a quem perdoardes os pecados ser-lhes-ão perdoados; e àqueles a quem os retiverdes ser-lhes-ão retidos».
Apesar das nossas dúvidas, do nosso medos, das nossas fraquezas, é Cristo ressuscitado, que no íntimo dos nossos corações manifesta a força da vida:
«Porque Me viste acreditaste: felizes os que acreditam sem terem visto».
Uma vida que se alicerça na vivência de uma Comunidade, a Igreja:
«A multidão dos que haviam abraçado a fé tinha um só coração e uma só alma; ninguém chamava seu ao que lhe pertencia, mas tudo entre eles era comum».
É na Eucaristia de cada Domingo que reconhecemos a Sua presença, que nos transforma e faz de nós discípulos, testemunhas e missionários da Sua misericórdia.
Como Tomé, o nosso irmão gémeo, dizemos:
«Meu Senhor e meu Deus!».
Este o nosso programa.
Estes alguns dos muitos sinais visíveis da Ressurreição do Senhor.
Para todos, uma saudação fraterna e amiga.
Votos de uma Santa e Feliz Páscoa, na alegria do Senhor ressuscitado.

Pe. João Valente